CAPTAÇÃO DE RECURSOS

PARA EMPRESAS

 

Venture Capital  O que é.  Como obter.

A CoreFusion nas operações e M@A tem parceria com a Emirates Ventures Capital.

A Emirates Ventures Capital poderá ser acessada para investimento em seu negócio, desde que haja viabilidade e mútuos interesses.

O que você precisa saber investimentos e, principalmente, Ventures Capital. Leia atentamente o texto abaixo.

Essa modalidade de investimento poderá ser uma alternativa momentânea para sua empresa, porque um fundo de investimento pode ser um parceiro importante para o seu negócio.

E, nesse caso, estamos falando de muito mais do que receber capital para sua empresa. Falamos de ganhar um forte aliado para sua empresa, que te ajudará, junto com um time de gestores experientes, na tomada de decisão. E juntar forças em momentos decisivos, pode representar a vitória.

Faremos breves comentários sobre os investimentos que você poderá acessar através da CoreFusion e da Emirates Ventures Capital

Investidor-anjo: para o empreendedor que está começando

Aqui no Brasil, a figura do investidor-anjo ainda não é muito comum. Como o nome já diz, será de grande ajuda para o seu negócio. Ele é uma pessoa física que não apenas pode investir, por meio de capital próprio, na sua empresa nascente – desde que ela apresente um alto potencial de crescimento. O investidor-anjo é alguém que vai te acompanhar e apoiar no sentido de aumentar suas chances de sucesso, apoiando você e a sua empresa também com a própria experiência, com o conhecimento no campo dos negócios, e sobretudo com uma valiosa rede de relacionamentos.

Além de serem participativos, o conhecimento sobre a sua empresa e seu modo de gerenciar para contribuir de forma efetiva – afinal, o interesse (e o capital) é dele também. Mas, é importante enfatizar que este movimento não tem nenhum caráter filantrópico ou assistencialista. O investidor-anjo vê a possibilidade de investir na sua empresa como negócio – pensando também, claro, no lucro.

Capital Semente: um passo à frente do investidor anjo

Tanto o investidor anjo, quanto o capital semente buscam negócios em fase embrionária. A grande diferença é que, em geral, o investidor anjo é uma pessoa física e o capital semente vem de uma pessoa jurídica, por meio de um fundo de investimento. As empresas que esse tipo de investidor foca, ao contrário dos investidores anjo, já possuem clientes, produtos definidos, mas ainda dependem de investimento para expandirem o consumo e se estabelecerem no mercado.

 

Private Equity; capital para grandes empresas

Em geral, fundos de private equity – um tipo de capital de risco – assim como o venture capital, são focados em investir em operações de fusões e vendas de grandes empresas. Mais especificamente, esses fundos buscam empresas que está prestes a abrir capital.

 

Capital Venture: na medida para o seu negócio

Bom, se capital semente e investidores anjo buscam empresas em início de operação e private equity procuram empresas grandes, onde estão os investidores para PMEs?

A resposta está nos fundos de investimento de Capital Venture.

Venture capital (VC) é o nome usado para descrever todas as classes de investidores de risco. Mesmo assim, em geral, os fundos de venture capital investem em empresas de médio porte, que já tem um faturamento expressivo, mas que ainda precisam dar um salto de crescimento.

Com o investimento, o objetivo é ajudar essas empresas a expandir e alcançar o seu potencial máximo.

 

O que você precisa fazer antes de buscar o VC – Ventures Capital

Mas, antes de sair em busca de venture capital para o seu negócio, você precisa conhecer as regras do jogo. A seguir estão alguns pontos importantes que a CoreFusion poderá fazer em conjunto com a Emirates Ventures Capital, para alavancar seu negócio.

Deixar a casa em ordem: organize a sua empresa. O seu investidor vai querer saber se o seu negócio é lucrativo, qual a perspectiva de crescimento e como andou a vida nos últimos anos. Você precisa ter todos esses dados organizados e sistematizados para apresentar para ele. O mínimo que você precisa ter é o conjunto completo de dados financeiros por ano desde o início do negócio, o que inclui o DRE, o Balanço e o Fluxo de Caixa. Certifique-se de mostrar a sua margem bruta. Separe as despesas por função (P&D, vendas, marketing, serviços e administração). Outra coisa, você precisa saber bem as métricas chaves para a execução do negócio.

Saber quanto vale a sua empresa: isso se chama valuation, e é um cálculo do valor real da sua empresa. Esse dado é muito importante na hora de negociar com investidores, pois possibilita que você explore os aspectos que valorizam a empresa (e tenha conhecimento daqueles que a fazem valer menos). Além disso, entender o valor de uma empresa historicamente permite que você tenha uma ideia do comportamento da empresa ao longo do tempo, o que é fundamental para a construção de estratégias futuras.

Preparar o seu pitch: você precisa montar uma boa apresentação da sua empresa para convencer o investidor do potencial de expansão do negócio.  Se você não tem um bom discurso – atrativo, objetivo, relevante e cativante – pronto na ponta da língua, você pode dizer adeus à sua chance. Então, não espere esse momento acontecer. Faça desde logo.

A CoreFusion traz a Emirates até você.

 

O capital pode chegar até você. E é nesse ponto que entra a figura da CoreFusion.  Ela vai te preparar, juntando o que é normalmente necessário em uma due dilligence jurídica. Isso pode incluir o seu plano de opções atual, acordos de confidencialidade dos empregados, marcas, patentes e outros documentos de propriedade intelectual, documentos societários, as resoluções do conselho, contratos de clientes, acordos de licenciamento de software e tudo mais para que haja o investimento.

Bom, agora que você já sabe o que é Venture Capital e como trabalham a CoreFusion e a Emirates Ventures Capital é hora de falar com nossos profissionais.

ENTRE EM CONTATO COM A COREFUSION

ESCRITÓRIO CENTRAL DE CONTATOS

 TELEFONES (031) 3286 2088 e (031) 97144 1177

corefusion@grupoveritas.com.br